Metaverso: tudo por trás da tecnologia que irá transformar o mercado

Metaverso: tudo por trás da tecnologia que irá transformar o mercado

  • Post author:
  • Post category:Sem categoria
  • Post comments:0 Comentários

Não se fala de outra coisa atualmente, afinal o metaverso promete uma transformação do que conhecemos de realidade aumentada. O assunto ficou ainda mais recorrente com a mudança do Facebook para Meta, trazendo novidades nesse sentido. 

Esse ambiente virtual propõem novas dinâmicas corporativas, principalmente agora que o trabalho híbrido é uma constante. 

São inúmeras possibilidades que a inovação pode trazer aos negócios, mas antes é preciso entender do que se trata. Para te ajudar, criamos esse artigo com tudo o que você precisa saber sobre o metaverso. Vamos lá?

Afinal, o que é o metaverso?

Imagine trabalhar em um ambiente virtual, onde você e outros colaboradores são representados por avatares. Vocês não estão todos presentes naquela sala, uns estão em casa, outros no escritório da empresa, mas podem interagir como se realmente estivessem juntos. 

O metaverso, a grosso modo, é isso: uma realidade mista capaz de criar ambientes virtuais no qual você pode fazer parte dele. A experiência nesse universo é imersiva, utilizando realidade virtual e artificial para criar interações. 

E não se engane, ela não nasceu com o Workrooms do Meta (antigo Facebook). Essa é apenas uma plataforma da rede social desenvolvida pela empresa de Mark Zuckerberg. Outras gigantes da tecnologia, como a Microsoft, trabalham para ter sua própria plataforma. 

Qual o objetivo dessa tecnologia?

A pandemia acelerou uma tendência que as empresas estavam conhecendo e testando: o home office, agora transformado em trabalho híbrido. Como você sabe, é a mescla entre trabalho de casa e presencial. 

Uma das questões que o metaverso esbarra e pode beneficiar as empresas nesse sentido é a sensação de solidão enfrentada pelos colaboradores. Resumidamente, trabalhar isolado afeta a produtividade e saúde mental dos profissionais. 

Tanto é que uma pesquisa da Buffer com 2,3 mil profissionais pelo mundo, aponta que 16% deles sentem a falta de contato como um grande desafio. 

É claro que essa é só a ponta do iceberg e a inovação tecnologia pode sanar outros problemas enfrentados pelos profissionais e corporações. 

Mas se formos definir um objetivo principal, com certeza a verticalização do trabalho será predominante. Já que é justamente isso que a tecnologia cria: modelos de trabalho verticais, com menor hierarquia e mais colaboração entre as equipes. 

O metaverso surge como uma forma de aprofundar esse estilo e propor novas possibilidades com suporte tecnológico. 

Por que o mercado está apostando as fichas na iniciativa?

O uso e possibilidades do metaverso não ficam limitados à interação social, como é a proposta base do Facebook. É por isso que todos os holofotes estão voltados a essa iniciativa, o que inclui o mercado corporativo. 

A Microsoft, como citamos, trabalha em seu próprio metaverso corporativo Seu objetivo é possibilitar o desenvolvimento de projetos, conferências ou simplesmente interagir com os colegas no ambiente virtual. 

Além disso, o Microsoft Mesh, como será chamada a plataforma, é integrado a outras soluções, caso do Microsoft 365, por exemplo.

É apenas um exemplo das muitas possibilidades dessa inovação, por isso tantas empresas estão voltando seus olhos a ela.

Como o metaverso vai impactar os negócios?

Ainda é difícil e cedo para responder essa pergunta, pelo menos não de forma precisa. Sabemos que a internet multiplicou em larga escala o modo de fazer negócio, então, estima-se que o metaverso faça algo similar. 

É esperado que a dinâmica de trabalho seja alterada conforme a evolução dessa tecnologia. Novamente, a plataforma desenvolvida pela Microsoft é um dos exemplos palpáveis desse universo, visto que a proposta é digitalizar o trabalho. 

O mesmo vai acontecer fora do meio corporativo, nos campos de educação, entretenimento e até para as vendas.  

O que nos resta agora é esperar para conhecer e, mais para frente, utilizar o metaverso! E você, o que acha disso? Deixe sua resposta nos comentários. 

Deixe um comentário